Desperdício zero: aprenda a congelar seus legumes e temperos

Desperdício zero: aprenda a congelar seus legumes e temperos

Inserir legumes e temperos frescos em nossa dieta é um hábito delicioso e super saudável, mas você sabia que tão importante quanto seu preparo são seus modos de armazenagem? Não é raro comprar esses alimentos e alguns dias depois eles já estiverem estragando, pois por mais que alguns sejam cultivados com pesticidas, eles não levam conservantes!

Uma das formas de conservar estes alimentos mantendo sua cor, sabor, textura e nutrientes é através do congelamento. Além de manter suas características, congelar em porções evita o desperdício e deixa o dia a dia na cozinha muito mais prático.

Confira como fazer o congelamento da forma certa!

Branqueamento

Esse processo consiste em lavar o alimento, deixá-lo entre 40 segundos a 3 minutos em água quente e depois o mesmo tempo em água gelada, para dar o choque térmico e garantir que mantenham suas características.

O legume não pode cozinhar por completo na água, por isso deve-se levar em conta a densidade dele e a forma como foi cortado!

#1 Lave seus legumes, retirando as cascas;
#2 Corteo-os da forma que desejar;
#3 Faça o processo de branqueamento;
#4 Retire totalmente a água, secando-os com um pano de prato limpo;
#5 Congele-os a vácuo ou retirando ao máximo o ar de um saco plástico.

Atenção, os alimentos descongelados não podem ser congelados novamente, retire somente o que for utilizar!

Conheça alguns dos alimentos que podem passar pelo processo de branqueamento:

Batata, abóbora, cenoura, abobrinha, pimentão, vagem, batata-salsa, brócolis, berinjela, beterraba, couve, nabo, milho, etc.

Obs: alimentos como a alface não podem ser congelados pois costumamos comer-la crua e esse processo amolece o alimento!

Feijão e lentilha devem ser armazenados com o caldo e sem tempero.

Prontos para congelar

Existem alguns legumes e temperos que não precisam passar pelo processo de branqueamento e podemos congelar mesmo assim! O processo é parecido:

#1 Lave seus legumes e temperos, retirando as cascas, caso houver;
#2 Pique-os da forma que desejar;
#3 Retire totalmente a água, secando-os com um pano de prato limpo;
#4 Congele-os em seguida, armazenado em potinhos ou saquinhos plásticos.

Esse processo é mais utilizado com alimentos que servem para temperar nossas refeições, como cebola, alho, salsinha, cebolinha, tomate, alecrim, manjericão, hortelã.

Só preparar

O tempo aconselhável para se guardar esses alimentos congelados é de um mês, podendo variar para um pouco mais desse tempo. Todas as embalagens devem ser muito bem fechadas para evitar mau cheiro no congelador e que outros congelados peguem gosto também.

Aderir a prática de congelar seus alimentos pode transformar sua rotina positivamente! Na correria do dia a dia ter a mão alimentos já limpos, picados e em porções facilita o preparo das refeições. Use essas dicas e conta pra gente depois!

Comentários

comments

Comentários