Diferença entre óleo e azeite, qual a melhor opção?

Diferença entre óleo e azeite, qual a melhor opção?

A informação é uma excelente aliada para ter uma alimentação saudável, principalmente quando é sobre alimentos que consumimos diariamente. Falando nisso, uma dúvida bastante comum entre as pessoas é sobre a diferença entre óleo e azeite, dois produtos bastante presentes no cardápio do brasileiro.

Muitos acreditam que o melhor é consumir o azeite de todas as formas, aquecido, frio, nas saladas e preparo de carnes. No entanto, será que essa escolha é a melhor para a saúde?

Bom, separamos alguns dados relevantes para ajudar nessa decisão. Aqui você vai saber a diferença entre os dois e as características desses ingredientes, bem como seus benefícios quando bem utilizados.

Veja agora informações importantes para a saúde da sua família!

Afinal, qual é a diferença entre o óleo e azeite?

Tudo que envolve alimentação e saúde gera muitas discussões. Assim é com o ovo, a manteiga, a margarina e, dessa forma, não é diferente também com o óleo e o azeite.

Quando o assunto é sobre gordura, as dúvidas são ainda maiores, pois todos sabem que o consumo constante de gorduras prejudiciais (trans e saturadas) traz consequências graves como as doenças cardiovasculares.

Mas isso não significa que toda gordura seja prejudicial. Na verdade, 30% da nossa dieta é composta por gorduras essenciais. Antes de falarmos sobre elas, entenda do que é composto o azeite e o óleo, assim como a diferença entre os dois.

Óleo vegetal

Os óleos vegetais, como o de soja, são as principais fontes de gorduras essenciais para o nosso organismo. Sim, aquelas citadas ali em cima! Além de serem ricos em ômega 3 e ômega 6, oferecem proteção ao nosso organismo, fortalecendo o sistema imunológico.

Além disso, são gorduras que o organismo não produz, por isso, devem fazer parte do nosso cardápio.

Azeite

O azeite traz muitos benefícios para a saúde, dentre eles podemos destacar a prevenção de doenças cardiovasculares e câncer, além de propriedades antioxidantes e antiinflamatórias.

O azeite extra-virgem é praticamente isento de gorduras saturadas, possui gordura monoinsaturada, alta concentração de Vitamina E e beta caroteno. Por ser uma gordura saudável, muitas pessoas passaram a cozinhar com azeite, substituindo o óleo comum de cozinha.

Mas será que isso é vantajoso? Veja no próximo tópico!

Como inserir corretamente as duas gorduras no seu cardápio?

Agora que você já viu que os dois ingredientes são saudáveis e devem fazer parte da sua alimentação, ainda que de forma moderada, é importante saber como utilizá-los da melhor maneira.

A recomendação é que o azeite seja utilizado em alimentos após o preparo, em receitas de saladas ou em molhos que não sejam aquecidos, e o óleo para preparar comidas quentes.

Sabe por quê? Porque não há vantagem em aquecer o azeite, pois suas propriedades nutricionais têm menos resistência ao calor. Já o óleo de cozinha conserva seus nutrientes em temperaturas mais altas.

Isso não quer dizer que seja proibido usar o azeite para cozinhar de vez em quando para dar aquele saborzinho a mais, apenas não é vantajoso para a sua saúde.

Além disso, mesmo o óleo suportando temperaturas mais altas, ele também perde as propriedades se utilizado mais de uma vez nas frituras, além de ganhar maior concentração de gordura saturada, que é prejudicial.

É por isso que frituras devem ser consumidas com muita moderação!

Comentários

comments

Comentários